terça-feira, 4 de outubro de 2011

Héracles (Ἡρακλῆς)



O mais célebre dos semideuses gregos, e quem sabe até o mais célebre ser de toda a mitologia, foi um grande personagem na mitologia. Hércules para os romanos, é filho de Zeus e Alcmene. Zeus arma para que Anfítrion, marido de Alcmene, esteja fora em guerra para que ele possa fecundá-la. Assim, algum tempo após o marido sair em batalha, Zeus toma sua forma e chega na casa de Alcmene se passando por ele. Zeus, por saber o que aconteceria na guerra, diz a Alcmene os detalhes da vitória, e esta, convencida de que aquele é o marido, o abraça e faz amor com ele durante três dias, uma artimanha do senhor do Olimpo. Ele diz manda Hermes dizer à Hélio que não cumprisse sua jornada pelos céus. Também manda o filho até as horas, para impedi-las de arrumarem o cavalo de Hélios, caso o deus resolvesse descumprir sua palavra. Ao mesmo tempo que Hélios não poderia começar sua trajetória pelo céu, Selene é informada pelo mensageiro dos deuses de que sua estadia nos céus deveria ser prolongada, sendo assim noite tanto tempo quanto Zeus quisesse. Por último e não menos importante, Hipnos é incumbido de fazer com que todos os homens caiam em sono profundo, para que ninguém ache tal situação estranha. Assim, a noite de amor de Zeus e Alcmene se estende ao longo de três dias.

Anfítrion volta para casa, após Zeus sair de cena, e diz à mulher que havia vencido, assim como Zeus antes já havia dito. Ele começa a descrever a batalha, e diante das palavras de Alcmene sobre já ter ouvido tal história e ter se deitado com ele por três noites seguidas, ele se mostra confuso. Ele vai até o oráculo de Delfos, o qual diz que sua mulher daria luz a dois filhos, e um deles filho de Zeus, seria o maior herói de toda a Grécia.

Passados nove meses, às vésperas do nascimento de Héracles, Zeus revela aos outros deuses o nascimento de seu filho e que ele estará destinado a ser o rei de toda a Grécia. Hera, morta de ciúmes, começa a planejar contra o marido. Ela diz à deusa Ate, deusa dos atos inconsequentes, que a ajude turvando a mente de Zeus. Hera realiza um jogo dizendo a Zeus que ele sempre prometera coisas e nunca cumprira, e diz que jure que a primeira criança da linhagem de Perseu seria o grande herói dito. Sabendo que Héracles descendia da linhagem de Perseu, e tendo sua mente turvada por Ate, Zeus faz tal promessa, jurando pelo rio Estige, um juramento o qual nenhum mortal ou imortal poderia quebrar. Hera fica feliz com tal juramento, tendo conhecimento de que no mesmo momento, Nicipe, mulher de Estênelo, o qual também era filho de Perseu, estava grávida também. Mesmo estando grávida de sete meses, Hera ordena que Ilítia adiante o nascimento da criança de Nicipe e atrase o nascimento de Héracles. Assim feito, Euristeu, filho de Nicipe, nasce antes de Héracles e a profecia se torna o contrário do esperado por Zeus.

Hera anuncia aos deuses presentes o ocorrido a primeira criança descendente de Perseu não era Héracles, e sim Euristeu. Com isso, Zeus fica embasbacado ao ouvir tal notícia e não consegue acreditar nem compreender como fora enganado. Ele começa a correr os olhos por cada deus presente no salão, até que enxerga Ate. Ele pega a deusa pelos cabelos e a arremessa para fora do Olimpo.

Após esse acontecido, Zeus se dirige aos convidados, dizendo que não poderia quebrar o juramento, porém que apesar de tal ocorrido Héracles realizaria doze trabalhos e conquistaria uma glória nunca antes comparada a nenhum mortal ou imortal, e que a própria Hera iria se desculpar com ele. Hera pensa consigo que nunca chegaria tal dia, e que tentaria matá-lo quando bebê.

Zeus teme que Hera faça algo de ruim ao bebê e diz a Alcmene seu temor. Ele pede a Atena que engane Hera. Ela leva Hera para passear exatamente onde Héracles fora deixado. Atena faz a cabeça de Hera e esta apieda-se do bebê. Ela dá leite a ele, e ele suga tão fortemente que Hera tem que tirar o seio rapidamente. Nesse momento, o leite da deus esguicha nos céus, criando a via láctea, e ao mesmo tempo, tornando Héracles imortal. Elas ouvem passos poucos momentos antes que realmente saiam de perto do bebê. Atena sugere à Hera se esconder e ver quem se aproxima. Qual não foi a surpresa da deusa dos casamentos ao ver que a pessoa era Alcmene. Ela se morde de raiva e passa a tramar contra o enteado.

Só quando a primeira ameaça de Hera foi realizada que Héracles demonstrou sua real força. Ela manda duas serpentes ao berço onde o semideus dormia ao lado de seu irmão, para que elas o matem. As criadas que tomavam conta dos bebês acabam por adormecer, e as serpentes esgueiram porta adentro. Por sorte Héracles acorda antes que elas cheguem perto. Com o movimento de acordar, seu irmão também acorda e começa a chorar. As criadas acordam e começam a gritar pelo palácio. Anfítrion pega sua espada pronto para matar os animais. Porém, ao chegar onde estavam, percebeu que já não mais era necessário, Héracles havia estrangulado-as e salvado a si e o irmão da morte.

As próximas partes do mito de Héracles serão postadas futuramente entre posts de outro temas.

Acima:  escultura Heracles archer - Antoine Bourdelle no museu d'Orsay em Paris

0 comentários:

Postar um comentário